Ando sumida porque não tenho nada de interessante ou de novo para dizer.

Algumas pessoas me perguntaram se estou no Orkut, estou sim e para me encontrar é só ir na comunidade "Conversa de Psicólogo", sou a moderadora (owner) de lá.



Rosana esteve no divã às 17h17
[ ] [ ]


Na última quarta-feira fui apresentada à uma nova amiga (que é minha xará) e percebi o quanto novos caminhos estão se abrindo. Ela conhece várias pessoas em Ribeirão e isso me ajuda muito, porque o mercado de trabalho aqui é bem fechado para quem vem de fora. O mais interessante, é que a amiga que nos apresentou mora em Porto Alegre e é nossa amiga virtual, e nunca nos conhecemos pessoalmente. Desde que me mudei há 8 meses, deixei meus amigos em São Paulo e é muito bom fazer novas amizades por aqui. Refiz meu currículo voltado para a área educacional, como professora e instrutora. Eu já trabalhei com grupo de jovens dando orientação profissional e gostei muito. É isto que quero fazer novamente, trabalhar com capacitação e orientação profissional. Saber de onde quero partir, já é um bom começo!

Rosana esteve no divã às 12h51
[ ] [ ]


Estou dando um tempo para mim e as coisas estão ficando mais claras agora. Eu me dei conta de que sonhos e perspectivas não me faltam, mas sim as realizações. Também não sei valorizar minhas conquistas, mesmo que sejam pequenas. Minha vida não parou e não posso continuar a alimentar pensamentos não verdadeiros, tenho que viver o presente da melhor forma possível, pois à partir dele meu futuro acontecerá! Não quero mais ficar pensando em corresponder as expectativas que a minha família tem sobre mim e consequentemente sobre o que acham. Necessito recomeçar de verdade e descobrir quem eu sou.

Rosana esteve no divã às 16h59
[ ] [ ]


É engraçado como a vida me leva para certa direção e nem sempre sei a razão disso. Nesta semana, recebi duas propostas de trabalho na área de orientação vocacional. Uma delas não é remunerada, porém poderá me abrir contatos e poder participar da organização de um simpósio e a segunda, é bem interessante, mas ainda está aguardando a liberação da escola. Me interesso por esta área e nas possibilidades de aplicar meus conhecimentos adquiridos anteriormente. Bom, agora é ver no que vai dar.

Deixo este link de um teste vocacional que uma amiga me enviou na semana passada (quantas coincidências!). Fica a dica para quem quiser fazer o teste ou indicar a algum conhecido. http://www.patiweber.blogger.com.br/



Rosana esteve no divã às 00h25
[ ] [ ]


As buscas continuam...fiz uma faxina no meu quarto que há muito tempo não fazia, algumas coisas foram para o lixo, outras foram guardadas em seu devido lugar e muitas somente tirei o pó. Fiquei por aqui mesmo no feriado, assisti alguns filmes e ontem as duas da manhã eu e o Alexandre resolvemos cozinhar. Gostamos de fazer o que vem a cabeça assim no meio da noite e como não tinha quase ninguém aqui na república, fomos para a cozinha e fizemos uma comidinha bem gostosa...o bom da vida é isso, aproveitar o momento!



Rosana esteve no divã às 15h11
[ ] [ ]


Uma amiga me indicou uma psicóloga junguiana que trabalha com grupo de estudos aqui em Ribeirão. Ontem fui ao primeiro encontro. Sai de lá com novos ares, foi muito bom trocar informações e conhecer pessoas novas e além de tudo poder aprender ainda mais sobre Jung.

É...sou meio parecida com a ave fênix, aos poucos vou ressurgindo das cinzas. Esta mesma amiga me disse "você se sente sem rumo, mas isto pode não representar a realidade total, é mais influenciada pelo que sente do que pelo que é". Sim, é verdade, pois quando me sinto sem rumo a realidade se desconfigura e não consigo enxergar o caminho de volta.

Todos os comentários que vocês deixaram aqui, me fizeram um bem danado, eu li todos mais de uma vez e só tenho a agradecer e dizer o quanto são importantes neste momento da minha vida. Estou pegando minha estrada, sem destino certo, mas com muito fé e esperança!!!



Rosana esteve no divã às 11h40
[ ] [ ]


Minha vida corria sem surpresas até 2001. Neste ano eu saí da empresa em que trabalhei por 12 anos e concluí a faculdade. Meu marido também iria sair da empresa em que trabalhou por 10 anos. Aí vem a tal crise dos sete anos no casamento. Resolvemos parar, pensar e cada um decidir que rumo seguir. Com fôlego retomado, voltamos com muito mais cumplicidade e respeito pelo sonho do outro. Fui trabalhar numa empresa na área de RH e ele decidiu que queria ser médico. Ele conseguiu 100% de bolsa e começou a fazer cursinho em período integral. Pouco tempo depois, houve cortes na empresa e fui demitida. Passamos maus bocados, mas contamos com a minha família, onde sempre tive o carinho e apoio dos meus pais e irmãos. Fui fazendo uns trabalhos temporários e no final do ano consegui um emprego fixo na área de RH . O ano de 2002 se iniciou e ele conseguiu passar em medicina na USP - Ribeirão Preto. Ele foi morar em Ribeirão Preto (320 km de São Paulo) e vinha para casa todos os fins de semana. Com o tempo isso foi ficando desgastante para os dois, então após nove meses resolvi que seria melhor eu me desligar da empresa, pois já não estava mais tão envolvida como antes e o plano de carreira era quase que inexistente.

Fui com a cara e a coragem de mudança para Ribeirão Preto, sem emprego, sem casa (moramos numa república), mas feliz. Atualmente faço uns free-lancer para uma consultoria na área de RH e acabei descobrindo minha inclinação para outras áreas da psicologia. Quero me direcionar para a área acadêmica e ensinar aos outros um pouco do que aprendi. Comecei uns projetos com um professor do HC, mas com o tempo percebi que não sairia mestrado nenhum destas pesquisas. Daí pra frente, fiquei meio que sem rumo...surgiu a idéia de escrever um livro, penso em algumas pesquisas para o mestrado e em começar a dar aulas em cursos profissionalizantes, porque tenho boa experiência com treinamentos.

Meu coração e minha intuição me trouxeram para esta cidade, mas dia após dia, me pego lutando contra meus pensamentos e sem saber em que porto ancorar meu navio...é como se a minha vida estivesse passando por mim! Não estou reagindo, o que será que aconteceu com aquela Rosana que sempre correu atrás dos seus sonhos e que lutava pelo que acreditava? Onde será que ela está?

 



Rosana esteve no divã às 13h52
[ ] [ ]


Porque será que as pessoas se espantam tanto pelo fato de eu ser casada há 10 anos e não ter filhos? Na minha opinião nem toda mulher nasceu para ser mãe e eu sou uma delas. Hoje mesmo uma senhora me disse que casamento sem filhos é igual a misto quente sem presunto, não resisti e respondi que o meu misto quente preparo da minha maneira. Essa já não foi a primeira vez, antes tinha ouvido que casamento sem filhos é igual a um jardim sem flores. Não costumo ser mal educada com as pessoas, mas também gosto que respeitem minha opinião. Eu decido se quero carregar uma criança por nove meses, engordar, ter enjôos, cuidar de um bebê que dependerá de mim para tudo, enfim...mudar minha vida para sempre. Crianças são criaturas maravilhosas, mas não acredito que o sucesso do casamento esteja associado ao fato do casal ter filhos, aliás já vi algumas mulheres engravidando para tentar salvar o casamento. Me desculpe, mas isto não é querer ser mãe é um ato de desespero. A decisão por ter um filho tem que vir do coração, para que a criança se sinta amada e desejada por esta mãe que irá educá-la e será responsável por ela dali por diante. "Aceita o conselho dos outros, mas nunca desista da sua própria opinião". [Shakespeare]

 



Rosana esteve no divã às 00h20
[ ] [ ]


 
"O que seria do mundo se todos fossem bem ajustados? Haveria um tédio sem fim".
[Carl G. Jung]


A Dona do Divã

Psicóloga, paulistana e casada, toda semana compartilha seus pensamentos e reflexões em seu divã.


E-mail

psicologanodiva@gmail.com

MSN

psicologanodiva@hotmail.com

Outros Divãs

Café Paris
Coisitas da Vivi
Converse Com Meus Neurônios
Cora Carolina
Kalleidoskópio
Levando a Vida
Montanha Father
Pão Francês
Um Ringue Para Dois



O Passado

01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004


Observadores



Créditos

Babi